STF nega recurso e Google pode manter buscas que associam Xuxa a filme

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Celso de Mello, recusou na última sexta-feira (26/9) um recurso da apresentadora Maria da Graça Meneghel – Xuxa –, e manteve a permissão do Google para revelar fotos e vídeos com pesquisas que ligam o nome dela à pedofilia.

De acordo com a Folha de S.Paulo, Celso de Mello alegou não encontrar questões constitucionais que pudessem reabrir a ação no STF. Em 2010, a apresentadora recorreu à Justiça do Rio de Janeiro (RJ) e proibiu o Google de exibir resultados de pesquisas que buscavam o filme “Amor Estranho Amor”, no qual ela aparece em cenas sensuais com um adolescente.
À época, o juiz havia determinado que nenhum conteúdo poderia ser exibido quando as buscas fossem feitas com palavras chaves sobre o filme. O Google recorreu e, em 2012, o STJ derrubou a decisão por entender que um site de pesquisa não pode ser responsabilizado por conteúdos nem fiscalizar páginas de terceiros.
Fonte: http://www.portalimprensa.com.br/
Picture of Ondaweb Criação de sites

Ondaweb Criação de sites

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat. Duis aute irure dolor in reprehenderit in voluptate velit esse cillum dolore eu fugiat nulla pariatur. Excepteur sint occaecat cupidatat non proident, sunt in culpa qui officia deserunt mollit anim id est laborum.

Cadastra-se para
receber nossa newsletter