“Foi um milagre”, diz médico americano curado do ebola

O médico americano Kent Brantly, infectado pelo vírus ebola, recebeu alta hoje (21). Antes de deixar o Hospital Universitário de Emory, em Atlanta, nos Estados Unidos, ele concedeu uma entrevista coletiva, ao lado dos médicos que o trataram. “O dia de hoje é um milagre na minha vida e estou muito feliz por estar vivo e poder encontrar minha família”, disse.

O médico e a missionária americana Nancy Writebol, que deixou o hospital na última terça-feira (19), foram tratados com o medicamento ZMapp. Ambos contraíram o vírus na Libéria. Bastante emocionado durante a entrevista, Brantly disse que “Deus permitiu que sua vida fosse salva”, em resposta a milhares de orações em favor de sua recuperação.

Ele também falou sobre a descoberta da infecção pelo vírus do ebola. “No dia 23 de julho, me levantei passando um pouco mal e logo minha vida teve uma reviravolta, quando inesperadamente fui diagnosticado.”

Kent Brantly e Nancy Writebol foram retirados do território liberiano no começo deste mês em um avião equipado para mantê-los isolados e não permitir que os dois contaminassem outras pessoas.

O diretor da Unidade de Doenças Infecciosas do hospital, Bruce Ribner, disse estar muito contente com o resultado do tratamento. “Eles [os dois pacientes americanos] não representam nenhum risco para a saúde pública e as análises do sangue deles apresentaram resultado negativo do vírus”, contou.

Ribner destacou que a equipe hospitalar aprendeu mais sobre o tratamento de infecções pelo ebola. “Aprendemos que a recuperação é demorada, porque de fato esta é uma doença bastante devastadora”, disse. “Mas em geral os pacientes podem ser tratados e completamente curados”, acrescentou.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS) mais de 1,3 mil pessoas morreram no Oeste africano em decorrência da contaminação pelo ebola.

O vírus se propaga por meio de contato direto com fluidos corporais, como sangue e suor. Sem um tratamento reconhecido até o momento, as infecções podem levar à morte em até 90% dos casos, segundo a OMS.

Fonte: Agência Brasil

Picture of Ondaweb Criação de sites

Ondaweb Criação de sites

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat. Duis aute irure dolor in reprehenderit in voluptate velit esse cillum dolore eu fugiat nulla pariatur. Excepteur sint occaecat cupidatat non proident, sunt in culpa qui officia deserunt mollit anim id est laborum.

Cadastra-se para
receber nossa newsletter