Notícias

Delegado do caso Amarildo denuncia diálogo falso em grupos de policiais

O delegado da Polícia Civil Orlando Zaccone, que atuou no caso do desaparecimento do pedreiro Amarildo, foi às redes sociais denunciar o que seria um diálogo falso feito em seu nome, e que vem circulando em grupos de mensagens de policiais.

Segundo o moço, que chegou a se candidatar a deputado estadual pelo PSOL em 2018, a história tomou tamanha proporção a ponto de ele receber uma ligação do Corregedor de Polícia Civil.

Na imagem, uma suposta fala de Zaccone dirigida a pessoas do partido, menciona o uso da morte do adolescente João Pedro Mattos Pinto como estratégia política, para “massacrar a operação”.

Ele lembra, no entanto, que já deixou os quadros do partido há meses, depois de criticar publicamente o presidente nacional Juliano Medeiros.

Atualmente, o delegado está filiado ao PSB.

Zaccone ainda lembra que fez críticas, sim, à operação — e que as deixou públicas em seu perfil.

Ele também prometeu seguir a orientação do corregedor e registrar o fato na DRCI (Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática).

Fonte: Extra Online

 

SEJA  APOIADOR

Valores sugeridos:  | R$ 20,00 | R$ 30,00 | R$ 50,00 | R$ 100,00 |

FORMAS DE PAGAMENTO

 
Depósito Bancário:

Estado de Direito Comunicação Social Ltda
Banco do Brasil 
Agência 3255-7
Conta Corrente 15.439-3
CNPJ 08.583.884.000/66
Pagseguro: (Boleto ou cartão de crédito)

 

R$10 |
R$15 |
R$20 |
R$25 |
R$50 |
R$100 |

 

Comente

Comentários

  • (will not be published)

Comente e compartilhe