Notícias

Justiça reduz pena de fazendeiro acusado de matar bailarino no norte de MG

Igor Xavier foi morto com cinco tiros em março de 2002, em Montes Claros

A Justiça mineira decidiu reduzir a pena do fazendeiro Ricardo Athayde Vasconcelos,acusado de matar o bailarino Igor Xavier, em Montes Claros, no norte de Minas, em março de 2012. Embora tenha mantido a condenação, a 1ª Câmara Criminal do TJMG (Tribunal de Justiça de Minas Gerais), modificou a sentença de 14 para 12 anos de cadeia, em regime fechado. Vasconcelos foi considerado culpado por homicídio duplamente qualificado em agosto do ano passado.

A defesa tentou anular a qualificadora de motivo fútil, alegando que não existe futilidade quando se trata de um crime ocorrido no norte do Estado, região em que “os valores culturais, inclusive, são bem diversos dos valores dos grandes centros como Belo Horizonte”.

 relatora do recurso, no entanto, desembargadora Kárin Emmerich, argumentou que “houve, sem dúvida, uma desproporcionalidade com a gravidade da reação homicida do acusado, injustificável seja aqui, um grande centro, seja no Norte de Minas”. Diante dos fatos, ela manteve a condenação.

O crime

Segundo a denúncia do MP  (Ministério Público), o fazendeiro contou que conheceu Xavier em um bar no centro da cidade. O rapaz teria demonstrado interesse pela conversa de Ricardo, que debatia filosofia com outros amigos e aceitou ir até a casa do acusado para pegar alguns livros emprestados. Ricardo relatou que os dois foram de táxi até o imóvel.

No entanto, segundo a confissão do réu, ele flagrou a vítima abraçando seu filho, Diego, e passando a mão em seu órgão sexual. Imediatamente, o fazendeiro pegou duas armas de fogo e, segundo ele, disparou “acidentalmente” contra a vítima, teoria que é contrariada pelo MP. De acordo com o órgão, pai e filho ainda teriam torturado a vítima antes de cometerem o homicídio.

Depois do crime, vizinhos viram Ricardo carregando o corpo da vítima e ainda marcas de sangue pelas escadas, manchas que foram apagadas por ele com a ajuda do filho. Xavier foi encontrado jogado em uma estrada que liga Montes Claros a São João de Veredas.

O filho do fazendeiro, Diego Athayde, foi inocentado, como pedido pelo Ministério Público aos sete jurados.

Fonte: http://noticias.r7.com/

Tags: , , , , , ,

Comente

Comentários

  • (will not be published)

Comente e compartilhe